Normas gerais



ARTIGOS ORIGINAIS

Máximo de 3.500 palavras, excluindo resumos, figuras e referências

Inclui trabalhos que apresentem dados originais de descobertas relacionadas a aspectos experimentais ou de observação, voltados para investigações qualitativas ou quantitativas em áreas de interesse para a saúde. Inclui estudos observacionais, estudos experimentais ou quase-experimentais e avaliação de desempenho de testes diagnósticos. Quanto à formatação, devem seguir a estrutura convencional: Introdução, Métodos, Resultados, Discussão, Conclusão e Referências.

 ARTIGOS DE REVISÃO

Máximo de 3.500 palavras, excluindo resumos, figuras e referências

Inclui trabalhos que apresentem uma síntese atualizada do conhecimento disponível sobre temas relacionados à saúde, buscando esclarecer, organizar e simplificar as abordagens. Quanto a formatação, devem seguir a estrutura: Introdução, Métodos, Resultados, Discussão, Conclusão e Referências.

Revisão sistemática e meta-análise: por meio de uma síntese de resultados de estudos originais, quantitativos ou qualitativos, deve objetivar responder a uma pergunta específica e de relevância para à saúde. Descrever o processo e os critérios utilizados para seleção dos estudos incluídos na revisão e os procedimentos empregados na síntese dos resultados

Revisão narrativa/crítica: de caráter descritivo-discursivo, deve se dedica à apresentação compreensiva e à discussão de temas de interesse científico no campo da saúde. Apresentar formulação de um objeto científico de interesse, argumentação lógica, crítica teórico-metodológica dos trabalhos consultados e síntese conclusiva.

CASOS CLÍNICOS

Máximo de 2.500 palavras, excluindo resumos, figuras e referências

Inclui trabalhos que abordem questões clínicas ou teóricas, relevantes e inovadoras para o diagnóstico e manejo clínico de problemas ou condições de saúde. O artigo deverá apresentar o problema em questão, com breve revisão da literatura sobre os aspectos clínicos e terapêuticos e diagnóstico diferencial em relação ao caso apresentado. O relato deverá ser sucinto, evitando-se dados redundantes ou irrelevantes. A discussão deverá contrapor dados do caso apresentado (semelhanças e diferenças) com dados da literatura. Os manuscritos submetidos a esta seção devem obedecer ao seguinte formato: Introdução, Detalhamento do caso, Discussão e Referências.


 

Normas específicas


Estrutura dos Artigos

Título

O título completo deve ser conciso e informativo, limitados 150 caracteres sem espaços, em Português, Inglês e Espanhol com precisão e fidedignidade textual entre os três idiomas.

Nome e vínculo

Dos autores

O(s) nome(s) do(s) autor(es) do artigo e da(s) respectiva(s) instituição(ões) devem ser escritos por extenso, com endereço completo, telefone e E-MAIL (>>todos autores<<). O autor que cadastrar o artigo automaticamente será incluído como autor responsável.

Resumo

Limitados a 250 palavras, em Português (Resumo), Inglês (Abstract) e Espanhol (Resumen) com precisão e fidedignidade textual entre os três idiomas. Devem estar estruturados em Objetivo, Métodos, Resultados e Conclusões.

Palavras-chave

No mínimo 3 e máximo 5 (Portugués, Inglês e Espanhol) As palavras-chave devem constar na base da Biblioteca Virtual em Saúde.

Introdução

Deve ser sucinta, definindo o problema estudado, sintetizando sua importância e destacando as lacunas do conhecimento que serão abordadas no artigo.

Métodos

Devem descrever de forma clara e sem prolixidade as fontes de dados, a população estudada, a amostragem, os critérios de seleção, procedimentos analíticos e questões relacionadas à aprovação do estudo por comitê de ética em pesquisa (CEP).

Resultados

Devem se limitar a descrever os resultados encontrados, sem incluir interpretações e/ou comparações. O texto deve complementar e não repetir o que está descrito nas figuras.

Discussão

Deve incluir a interpretação dos autores sobre os resultados obtidos e sobre suas principais implicações, a comparação dos achados com a literatura, as limitações do estudo e eventuais indicações de caminhos para novas pesquisas.

Conclusão

Deve ser pertinente aos dados apresentados. Limitada a um parágrafo final.

Referências

Máximo de 40, devem incluir apenas aquelas estritamente relevantes ao tema abordado.

Figuras

Limitadas a 5 no total (podendo incluir tabelas, gráficos ou figuras); nelas devem constar apenas dados imprescindíveis.



 

1.    A REAS/JECH aceita artigos redigidos em Português, Inglês e Espanhol.

1.1. O(s) autor(es) devem atentar para o fato de que o resumo e as palavras-chave devem ser apresentados nos 3 idiomas (Português, Inglês e Espanhol).

2.    Título e nome dos autores

2.1. O título completo deve ser conciso e informativo, com no máximo 150 caracteres sem espaços.

2.2. O título corrido poderá ter máximo de 50 caracteres sem espaços.

2.3. O(s) nome(s) do(s) autor(es) do artigo e da(s) respectiva(s) instituição(ões) devem ser escritos por extenso, com endereço completo, telefone e E-MAIL (TODOS AUTORES).

2.4. O autor que cadastrar o artigo automaticamente será incluído como autor responsável do artigo.

2.5. A ordem dos nomes dos autores deve ser a mesma da publicação.

3.    Resumo

3.1. No máximo 250 palavras e nos 3 idiomas (Português, Inglês e Espanhol)

3.2. O resumo deve ser um breve relato do que foi feito, o que foi encontrado e o que foi concluído.

3.3. As abreviaturas devem ser evitadas tanto quanto possível e deve ser definida.

3.4. Serão aceitos resumos estruturados e não estruturados.

3.4.1.   Caso o(s) autor(es) opte(m) por resumo estruturado devem seguir as instruções:

3.4.1.1. O texto deve conter um único parágrafo.

3.4.1.2.  Os tópicos (Introdução, Objetivo, Métodos, Resultados e Conclusão) devem ser destacados em negrito.

4.    Palavras-chave

4.1.  No mínimo 3 e máximo 5 (Portugués, Inglês e Espanhol)

4.2. As palavras-chave devem constar na base da Biblioteca Virtual em Saúde.

5.    Introdução

5.1. Deve ser compreensível para o leitor em geral e deve conter uma declaração clara do motivo do trabalho.

5.2. Não deve conter os resultados ou as conclusões.

6.    Métodos

6.1. O(s) autor(es) devem dar informações suficientes no texto ou por referência para que permitir o trabalho possa ser repetido.

7.    Resultados

7.1. Os autores devem descrever precisamente os resultados.

7.2.Esta seção não deve conter o material apropriado para a seção Discussão.

8.    Considerações finais (opicional)

8.1.Caso os autores considerem necessária inclusão de informações pertinentes.

9.    Discussão/Conclusão

9.1. Não deve conter resultados.

9.2. Deve ser pertinente aos dados apresentados.

10. Referências

10.1. Os nomes científicos, incluindo os gêneros e categorias infragenéricas, deverão estar em itálico.

10.2.  As siglas e abreviaturas, quando utilizadas pela primeira vez, deverão ser precedidas do seu significado por extenso. Ex.: Universidade Federal de Pernambuco (UFPE).

10.3.  As citações de autores no texto deverá seguir os seguintes exemplos:

        Início de frase - 1 autor - Baptista (2002);

                                 - 2 autores - Souza e Barcelos (2012);

                                 - 3 ou mais autores - Porto et al. (1989);

     Final de frase - 1, 2, 3 ou mais autores, subsequente (BAPTISTA, 2002; SOUZA e BARCELOS, 2012; PORTO et al., 1989).

10.3.1.Citar o(s) autor(es) das espécies apenas uma vez a cada parágrafo em que as mesmas forem referidas.

10.3.2.Não serão aceitas citações de resumos de simpósios, encontros ou congressos.

10.3.3.Comunicações pessoais não deverão ser incluídas na lista de Referências, mas poderão ser citadas no texto. 

10.4. Caso seja utilizado números, deve ser escrito por extenso, a menos que sejam seguidos de unidade de medida. Não utilizar espaço para separar as unidades de medidas dos valores. A posição preferencial de cada figura ou tabela poderá ser indicada no texto. Sempre verifique que as figuras e tabelas estejam citadas no texto. No texto, use abreviaturas (Fig. 1 e Tab. 1, por exemplo). Evitar notas de rodapé. Se necessárias, utilizar numeração arábica em seqüência.

10.5.   As referências deverão ser numeradas em oredem alfabética seguir os seguintes exemplos:

·       Artigos devem ser citados como:
1 autor - JÚNIOR CC. Trabalho, educação e promoção da saúde. Revista Eletrônica Acervo Saúde, 2014; 6(2): 646-648.
2 autores - QUADRA AA, AMÂNCIO AA. A formação de recursos humanos para a saúde. Ciência e Cultura, 1978; 30(12): 1422-1426.
3 ou mais autores - BONGERS F, POPMA J, MEAVE J et al. Structure and floristic composition of the lowland rain forest of Los Tuxtlas, Mexico.
Vegetatio, 1988; 74: 55-80.

·        Livros devem ser citados como:
- BRUMMIT RK, POWELL CE. Authors of plant names. Kew: Royal Botanic Gardens, 1998; 732 p.
- CLEMENT S, SHELFORD VE. Bio-ecology: an introduction. 2nd ed. New York: J. Willey, 1966; 425 p.
- FORTES AB. Geografia física do Rio Grande do Sul. Porto Alegre: Globo, 1959; 393 p.
- UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL. Faculdade de Educação. Laboratório de Ensino Superior. Planejamento e organização do ensino: um manual programado para treinamento de professor universitário. Porto Alegre: Globo; 2003; 400 p.

·        Teses e Dissertações devem ser citados como:
- DILLENBURG LR. Estudo fitossociológico do estrato arbóreo da mata arenosa de restinga em Emboaba, RS. Dissertação (Mestrado em Botânica) – Instituto de Biociências. Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 1986; 400 p.

·        Links de páginas disponíveis na Internet devem ser citadas como:
- POLÍTICA. 1998. In: DICIONÁRIO da língua portuguesa. Lisboa: Priberam Informática. Disponível em:. Acesso em: 8 mar. 1999.

11. Conflito de interesses

11.1. Os autores devem informar qualquer potencial conflito de interesse, incluindo interesses políticos e/ou financeiros associados a patentes ou propriedade, provisão de materiais e/ou insumos e equipamentos utilizados no estudo pelos fabricantes.

11.1.1.O formulário encontra-se na aba “Formulários”.

12. Autores e Colaboradores

12.1.  Devem ser especificadas quais foram as contribuições individuais de cada autor na elaboração do artigo.

12.2. Os critérios de autoria devem basear-se nas deliberações do International Commitee of Medical Journal Editors

12.2.1.O reconhecimento da autoria deve estar baseado em contribuição substancial relacionada aos seguintes aspectos:

12.2.1.1. Concepção e projeto ou análise e interpretação dos dados

12.2.1.2. Redação do artigo ou revisão crítica relevante do conteúdo intelectual

12.2.1.3.    Aprovação final da versão a ser publicada.

12.2.1.4.    Essas três condições devem ser integralmente atendidas.

13. Agradecimentos

13.1. Menções em agradecimentos incluem instituições que de alguma forma possibilitaram a realização da pesquisa e/ou pessoas que colaboraram com o estudo mas que não preencheram os critérios para serem co-autores.

14. Financiamento

14.1.  Esta informação deverá ser fornecida na forma de uma frase com a agência de financiamento por extenso seguido do número de concessão entre colchetes.

15. Ensaios clínicos, uso de animais e/ou humanos

15.1.  Artigos que apresentem resultados parciais ou integrais de ensaios clínicos ou de uso de animais e/ou humanos devem obrigatoriamente ser acompanhados do número e entidade de registro dos comitês responsáveis.

15.2.   De acordo com a recomendação da BIREME/OPAS/OMS sobre o Registro de Ensaios Clínicos a serem publicados a partir de orientações da Organização Mundial da Saúde - OMS, do International Committee of Medical Journal Editors.

15.3. A publicação de artigos que trazem resultados de pesquisas envolvendo seres humanos está condicionada ao cumprimento dos princípios éticos contidos na Declaração de Helsinki, da World Medical Association.

16. Procedimentos para a revisão dos trabalhos

16.1.   São detalhadas na aba “Política Editorial”.

16.2.  Serão aceitos somente artigos inéditos e originais, e que não estejam em avaliação em nenhum outro periódico simultaneamente.

16.3.Os autores devem declarar essas condições no processo de submissão.

16.3.1. Caso seja identificada a publicação ou submissão simultânea em outro periódico o artigo será desconsiderado.

17. Direitos autorais

17.1.  A REAS/JECH é registrada em nome de Diego Andreazzi Duarte, o único proprietário da revista.

17.2. Para a distribuição e divulgação ampla do artigo os autores devem conceder a transferência dos direitos autorais a revista no momentos da submissão.

        17.3.1. O termo de transferência dos direitos autorais encontra-se na aba:  “Formulários”.



 



Publique seu artigo conosco! Revisão e publicação rápida. Submeta já!

Política de Privacidade

Todos os direitos reservados. Qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação deste conteúdo é expressamente proibida, estando sujeito o infrator às sanções legais cabíveis, de acordo com a lei 9610/98.
  Site Map